Você sabe quando usar ponto e vírgula ou sempre se confunde na hora de escrever?

Alguns sinais ortográficos, como o ponto e vírgula, são menos usuais e, justamente por essa razão, acabam provocando incerteza. 

O ponto e vírgula é um sinal ortográfico composto por um ponto sobre uma vírgula (;) e pode ser utilizado para diversas finalidades em um texto.

Entre as principais funções, estão: listar tópicos, separar ideias e moderar a quantidade de verbos contidos em uma oração a fim de torná-la menos repetitiva.

Neste artigo, vamos esclarecer todas as formas de aplicação do ponto e vírgula e acabar de uma vez por todas com as suas dúvidas sobre como usá-lo em seus textos. 

Eram essas informações que você buscava?

Então, vamos lá!

ead pucpr

Qual a importância de se usar corretamente os sinais de pontuação?

Desde o Ensino Fundamental, somos ensinados sobre as regras que garantem a coerência e a lógica das ideias que queremos transmitir por meio da escrita.

Esse processo inclui, entre outros conhecimentos, o aprendizado da pontuação em frases.

Compreender como isso funciona não vale apenas para tirar nota 10 nas avaliações de português, nem mesmo 1.000 na redação do Enem.

Saber pontuar corretamente uma oração é imprescindível para muitas situações, inclusive, para a carreira profissional.

ead pucpr

Profissões baseadas na comunicação, por exemplo, como jornalismo, relações públicas e pedagogia, exigem domínio absoluto da língua portuguesa.

Mas é importante ter em mente que a habilidade da escrita não se limita apenas a elas.

Profissionais de outras áreas de atuação também devem ser capazes de redigir um texto sem cometer erros de ortografia. 

Afinal, no dia a dia de trabalho, é preciso trocar uma série de e-mails, produzir relatórios, enviar comunicados e outras obrigações que passam pelas letras.

Assim, saber escrever corretamente é fundamental para repassar a mensagem com clareza e sem o risco de causar desentendimentos e conflitos desnecessários.

Quer ver só um exemplo?

  • Não tenha clemência!
  • Não, tenha clemência!

Na primeira oração, pede-se para que não haja clemência.

Com a vírgula, no segundo caso, o significado muda e passa a ser o oposto. Ou seja, uma súplica para que tenha piedade.

A pontuação incorreta ou a falta dela, portanto, é responsável por alterar completamente o sentido de uma frase.

Além disso, na era digital, exercitamos a nossa escrita o tempo todo. 

Dessa forma, evitar falhas gramaticais faz parte da conduta apropriada nesses canais.

A rede social LinkedIn, por exemplo, requer extremo rigor no compartilhamento de informações, dado o seu perfil mais corporativo.

Afinal, diversas empresas usam a mídia como uma ferramenta de recrutamento.

Assim, entre vários aspectos, é avaliada a maneira como o profissional se comunica.

E veja só que interessante: para confirmar que os deslizes na língua portuguesa podem prejudicar o desempenho em processos seletivos, o Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) realizou uma pesquisa.

E descobriu que 46% dos jovens são reprovados em vagas de estágio por erros de português.

Observe como escrever bem é fundamental para construir credibilidade. 

O vocabulário e o modo como ele é posto em prática ajuda a garantir uma relação de confiança entre emissor e leitor.

E você, concorda que a comunicação escrita é tão importante quanto a verbal?

Gostaria de aprender mais sobre a nossa língua?

Vamos, então, solucionar uma das maiores dúvidas em torno do nosso idioma: quando usar ponto e vírgula. 

Quando usar ponto e vírgula?

quando usar ponto e virgula quando usar

O sinal de ponto e vírgula deve ser utilizado quando houver a necessidade de uma pausa maior que uma vírgula e menor que um ponto final. 

A função do ponto e vírgula, basicamente, é a de atribuir clareza a uma frase, de modo a organizar os itens apresentados. 

Dessa forma, a pontuação possui diferentes maneiras de ser aplicada em uma frase, sendo um sinal ortográfico bastante flexível. 

>>> Leia também: tudo o que você precisa saber sobre o Enem

Confira, abaixo, exemplos de quando usar ponto e vírgula.

Separar itens enumerados

O uso mais comum do ponto e vírgula é na separação de itens enumerados ou tópicos.

Por exemplo:

Os planetas que compõem o Sistema Solar são:

  • Mercúrio;
  • Vênus;
  • Terra;
  • Marte;
  • Júpiter;
  • Saturno;
  • Urano;
  1. Netuno.

Note que, em todos eles, se utiliza o ponto e vírgula e, somente no último, se emprega o ponto final.

Separar estruturas coordenadas muito extensas ou que já possuam vírgula

O sinal de ponto e vírgula pode ser utilizado para separar estruturas coordenadas muito extensas (caracterizadas por duas orações sintaticamente independentes).

Nesse caso, há omissão do verbo principal para que as frases fiquem claras e objetivas. 

Exemplo:

Gosto de ler; minha irmã, de assistir a séries; nossa prima, de passeios ao ar livre.

Aqui, para evitar a repetição do verbo “gostar”, o uso de ponto e vírgula deixa subentendido que todos os sujeitos sentem prazer em fazer algo.

Separação de conjunções adversativas

Nas conjunções adversativas (caracterizadas por duas orações em que a segunda expressa oposição à primeira), o sinal de ponto e vírgula tem a função de uma pausa mais longa e é usado, dessa forma, para realizar uma separação.

Por exemplo:

José saiu mais cedo de casa; porém, chegou atrasado ao destino.

Esse tipo de situação facilita o entendimento da entonação pretendida pelo emissor.

Em orações sindéticas com o verbo antes da conjunção

Orações coordenadas sindéticas são orações independentes entre si, mas que possuem uma conjunção de ligação.

Veja um exemplo:

Queríamos voltar mais cedo, mas tivemos que passar a noite lá.”

O ponto e vírgula é utilizado quando há a necessidade de separar a frase em que o verbo aparece antes da conjunção.

Assim:

Queríamos voltar mais cedo; precisamos, entretanto, passar a noite lá.”

Observe na comparação entre essas duas frases que o uso do ponto e vírgula, muitas vezes, se torna desnecessário.

Basta modificar a forma como a frase é escrita, que o entendimento se mantém (ou até melhora) sem o uso desse artifício.

Ponto e vírgula e o Acordo Ortográfico

quando usar ponto e virgula acordo ortografico

O uso do ponto e vírgula não mudou com o novo acordo ortográfico, estabelecido em 2009.

No entanto, a grafia da palavra sofreu alteração. Antigamente, escrevia-se “ponto-e-vírgula”.

Acontece que, com as novas regras, as palavras que se complementam e possuem um elemento de ligação não necessitam mais de hífen. 

Letras maiúsculas ou minúsculas depois do ponto e vírgula?

Como o sinal de ponto e vírgula é utilizado para complementar uma oração, a palavra que vem logo após deve começar com letra minúscula.

Isso porque não foi iniciada uma nova sentença.

Utiliza-se letra maiúscula somente após sinais que encerram uma frase, como ponto final, interrogação ou exclamação.

Quando usar a vírgula?

Para não ter dúvidas sobre quando usar ponto e vírgula na frase, é importante saber quando se deve usar a vírgula.

Assim, fica ainda mais fácil entender a aplicação correta de cada regra gramatical. 

A vírgula é muito mais usual que o ponto e vírgula, pois é empregada para separar trechos mais simples na frase e atribuir ritmo e sentido à leitura. 

Ela também é usada em enumeração de termos e orações coordenadas assindéticas, além de ser fundamental para dar clareza às informações. 

Ainda assim, parece que as normas de uso da vírgula e do ponto e vírgula são as mesmas, não é mesmo?

O que difere o ponto e vírgula da vírgula é a apresentação de contrapontos na frase e complementos de orações onde não é necessário repetir o verbo.

Dessa forma, a vírgula é aplicada em intervalos menores, sem indicar um complemento à frase.

Por exemplo: 

Fui à feira e comprei banana, maçã e mamão.”

Nessa oração, utiliza-se a vírgula, pois os itens foram apenas enumerados. 

O ponto e vírgula deveria ser escolhido caso os itens fossem listados da seguinte maneira:

Fui à feira e comprei:

  • Banana;
  • Maçã;
  • Mamão.”

Como aprender a pontuar corretamente um texto?

quando usar ponto e virgula como aprender pontuar corretamente um texto

A melhor maneira de aprender todas as regras gramaticais, incluindo a pontuação, é colocar a mão na massa e praticar.

Veja, a seguir, algumas dicas para fazer da escrita um hábito.

Leia livros 

Os livros costumam seguir as normas cultas de escrita e são uma ótima maneira de interpretar o ritmo da mensagem por meio da pontuação, além de exercitar a criatividade e enriquecer o vocabulário.

Escreva bastante

Saiba que você não precisa escrever um texto longo e robusto.

Ter um diário ou um blog, por exemplo, pode ajudar a treinar a sua redação e, claro, o domínio da língua portuguesa.

Vale lembrar que, para garantir que sua escrita seja aprimorada, é bom revisar o trabalho feito após algum tempo.

Assim, você terá a oportunidade de ler o seu texto com um novo olhar e corrigir eventuais erros.

Leia em voz alta

Os clubes de leitura, por exemplo, são excelentes para treinar essa atividade.

Mas, se você for inibido, não tem problema. Pode fazer isso sozinho em casa.

O ato de ler em voz alta faz com que os acentos ortográficos e as pontuações sejam respeitados para garantir o compasso.

Não tem tempo para tudo isso? Então, aproveite o celular!

Para quem quer praticar a escrita, toda oportunidade é válida. 

Se você sofre com a falta de tempo, aqui vai uma solução: aproveite o seu celular.

Ao enviar mensagens, prefira o formato de texto. 

E que tal dar uma folga ao corretor?

Conclusão

Conseguiu esclarecer todas as suas dúvidas sobre quando usar ponto e vírgula?

Bom, agora é treinar a escrita para que seu conhecimento seja fixado e fique cada vez mais fácil aplicar a pontuação.

E lembre-se sempre: a melhor maneira de aprender um novo conteúdo é estudar e praticar.

A PUCPR possui diversos cursos EAD, ideais para quem deseja se especializar em uma área profissional ou agregar mais conhecimentos à carreira de um jeito flexível.

Gostou do conteúdo? Então, escreva nos comentários e aproveite para sugerir outros temas para abordarmos nos próximos textos.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

New call-to-action

Saiba como virar
um grande profissional:

ead pucpr
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.