Procrastinar é mais comum do que imaginamos.

Quem nunca procrastinou que atire a primeira pedra.

Mas, ainda que seja um comportamento, muitas vezes, natural, ele precisa ser combatido.

Isso porque pode virar um grande problema. 

Segundo a escritora Heather Murphy, em um artigo publicado no jornal The New York Times, e referenciado no portal Vix, um em cada cinco indivíduos é procrastinador crônico.

Esta é a definição para quando a procrastinação atinge vários setores da vida. 

Para não chegar a esse ponto, o jeito é cortar o mal pela raíz.

E, até mesmo quem já está nessa fase mais avançada, pode recuperar o rumo certo.

É sobre isso que trataremos neste artigo.

Acompanhe!

O que significa procrastinar?

A palavra procrastinar é originada do latim procrastinatus.

Pro quer dizer “à frente”. Crastinatus, por sua vez, significa “de amanhã”.

A etimologia é mais uma curiosidade, já que é difícil compreender o significado do termo apenas pela tradução.

Saiba, então, que procrastinar é a ação de adiar algo ou prolongar uma situação.

Postergar, retardar, atrasar e prorrogar são alguns sinônimos.

O que é procrastinação?

A procrastinação é a protelação do ato.

Acontece, por exemplo, quando você deixa um assunto para resolver depois.

De certa forma, é um comportamento normal, no sentido de priorizar atividades, mas em outros casos, principalmente quando isso se torna corriqueiro, chega a ser prejudicial.

Quais as causas da procrastinação?

procrastinar quais causas

Dizem por aí que procrastinação é “coisa de gente preguiçosa”. 

Não é bem assim. 

A verdade é que a conduta pode ter causas psicológicas e fisiológicas.

Veja só:

Psicológicas

A procrastinação pode estar ligada a distúrbios mentais, como ansiedade e problemas de autoestima.

Há quem deixe de realizar uma tarefa por medo de reprovação. 

Assim, ela acaba ficando sempre para depois.

Fisiológicas

Outra causa da procrastinação está relacionada ao cérebro, mais precisamente ao córtex pré-frontal.

Se há algo incomum com essa área, como uma lesão, por exemplo, o indivíduo pode sofrer mais com as distrações externas.

Isso ocorre porque o córtex pré-frontal é responsável, entre outras coisas, pelo controle dos impulsos e determinação do foco. 

Quais os impactos de procrastinar na sua vida?

A procrastinação tem vários efeitos sobre a vida pessoal.

Um deles é que as relações com os amigos e familiares pode ficar comprometida, uma vez que é comum o procrastinador não encontrar tempo ou não conseguir organizar a agenda para se fazer presente.

No ambiente profissional, os malefícios também são significativos.

Além de ficar mal visto pelos empregadores ou clientes por não cumprir os prazos combinados, o procrastinador afeta também a produtividade da equipe.

Qual a relação entre procrastinação e a saúde mental?

procrastinar qual relacao procrastinacao saude mental

A procrastinação está intimamente ligada à saúde mental.

O procrastinador costuma postergar as tarefas com o intuito de obter bem-estar, mas, na verdade, a sensação é apenas imediata.

Conforme as demandas vão se acumulando, o gesto, que à primeira vista parecia simples, foge do controle.

E, com isso, várias emoções negativas vem à tona, como frustração, incapacidade e insegurança.

Por que o ato de procrastinar pode fazer mal à sua saúde?

A procrastinação tem influência direta na saúde e qualidade de vida.

Isso ocorre porque, ao atrasar as atividades e não conseguir atender todas as demandas e compromissos, o indivíduo começa a se sentir mal, angustiado, sem energia e sobrecarregado.

Esses sentimentos, por sua vez, podem provocar estresse e ansiedade, ocasionando quadros de depressão e outras doenças.

O impacto na saúde também acontece porque o procrastinador sempre deixa aquela consulta ou exame médico para depois. 

Ou, então, fica prometendo iniciar a dieta e a rotina de exercícios físicos, mas nunca faz.

Quais são os tipos de procrastinadores?

Você já viu que a procrastinação tem causas distintas, certo? 

Agora, descobrirá que existem tipos diferentes de procrastinadores. 

Acompanhe:

Relaxado

O procrastinador deste perfil não assume a responsabilidade pela parte chata das tarefas e só busca o que lhe causa prazer.

Assim, deixa de lado o que não quer fazer, e escolhe praticar somente as atividades agradáveis.

Tenso-nervoso

Já o tenso-nervoso tem consciência de suas obrigações.

No entanto, por diferentes razões, não consegue realizá-las, adiando sempre para o dia seguinte, com a ideia de que tudo será diferente e melhor.

Mas, quando o dia seguinte chega, e ele não dá conta outra vez, os sentimentos negativos surgem com força total.

Como parar de procrastinar?

Você se identificou com um dos tipos de procrastinadores?

Bem, então já passou da hora de mudar isso, não acha?

Saiba como:

Dê o primeiro (micro) passo para parar de procrastinar

A dica aqui é estabelecer uma pequena meta, que seja simples de ser cumprida.

A sensação de conseguir realizá-la vai te fazer muito bem, e com isso, você terá o gás que precisa para continuar enfrentando a procrastinação.

Gerencie suas emoções, não apenas seu tempo

A procrastinação não é apenas falta de tempo, mas sim, a sua dificuldade em administrar as emoções.

Quando você deixa de realizar uma tarefa porque não está se sentindo inspirado e animado, por exemplo, você está apenas contornando o problema, e não resolvendo ele.

Portanto, reflita sobre os motivos por trás do adiamento e encare os sentimentos de frente. 

Nomeie o problema: é mesmo procrastinação?

Não é qualquer atraso que se encaixa em procrastinação.

Muitas vezes, uma tarefa não é realizada porque, simplesmente, não houve tempo devido à outra prioridade que surgiu emergencialmente, por exemplo.

Por isso, antes de se autointitular procrastinador, tenha a certeza de que as suas atitudes representam, de fato, esse comportamento.

Visualize o seu futuro “eu”

Quem procrastina, em alguns casos, apoia a própria decisão de deixar uma tarefa para outro dia com a ideia de que, depois, será melhor e, portanto, mais fácil de resolver e executar a atividade.

No entanto, isso não acontece. Até mesmo porque é difícil ter uma mudança brusca em tão pouco tempo.

Por isso, vale sempre refletir sobre como será o seu “eu” no futuro. 

Isso ajudará você a ser compreensível consigo mesmo e evitar a autocobrança exagerada.

Faça planos que incluam os imprevistos

Até mesmo as pessoas mais controladoras sofrem com os imprevistos.

Precisamos aceitar que não há como fugir deles.

O jeito de lidar com isso é fazer planos que considerem as situações repentinas.

Sempre deixe um espaço na agenda para resolver os problemas que aparecem no meio do caminho.

Dicas para parar de procrastinar

procrastinar dicas para parar

Aqui vão mais algumas dicas para te ajudar nessa missão contra a procrastinação:

Identifique um padrão

Identificar um padrão é refletir sobre em que momentos a procrastinação acontece e por qual razão.

Pode ser que você procrastine apenas em uma atividade porque tem dificuldade de realizá-la ou, então, sente que a entrega não tem a qualidade desejada.

Assim, é mais fácil focar no problema e resolvê-lo sem ter que mudar outros comportamentos.

Faça uma coisa de cada vez

Temos o hábito de assumir várias tarefas ao mesmo tempo, mas nem sempre isso é saudável, principalmente para quem costuma procrastinar.

Portanto, evite abraçar um monte de atividades em um mesmo período.

Organize-se e faça uma coisa por vez.

Divida a tarefa em vários passos

Algumas tarefas são bem simples e rápidas. Já outras exigem mais tempo e dedicação.

Nesses casos, procure dividi-las em pequenas tarefas ou passos. 

Assim, você vai cumprindo aos poucos e, quando perceber, já realizou a atividade por completo.

Controle antes que se torne um hábito

Se você já notou que é um procrastinador ou que tem começado a procrastinar, é melhor agir agora.

Quanto antes você decidir mudar este comportamento, mais rápida será a resolução.

Primeiro, para evitar que o acúmulo de tarefas se torne uma bola de neve e seja difícil de solucionar.

E, também, porque as emoções negativas decorrentes da procrastinação podem atrapalhar a sua batalha contra o problema.

Bloqueie estímulos externos

Às vezes nem nos damos conta de como a televisão ligada ou aquela espiadinha nas redes sociais para relaxar um pouco interferem na nossa produtividade.

O ideal é eliminar todos esses estímulos durante o período dedicado para a execução de uma atividade.

Você pode, também, estabelecer uma dessas distrações como recompensa.

Por exemplo: ao terminar o relatório, você tem direito a 15 minutos navegando nas redes sociais.

Isso pode, inclusive, ajudar a estimular a motivação.

Conheça aplicativos contra procrastinação

procrastinar conheca aplicativos contra procrastinacao

Além de todas essas dicas que listamos aqui para você vencer a procrastinação, é possível ainda contar com uma ajudinha extra da tecnologia, principalmente dos aplicativos.

Focus To-Do

A técnica Pomodoro consiste em produzir por 25 minutos e, depois, fazer pausas curtas para descansar e recuperar o fôlego. 

Este aplicativo ajuda a contabilizar os períodos e ainda funciona como um gerenciador de tarefas. 

Disponível em iOS e Android

Freedom

Se o seu problema está na distrações do dia a dia, o app Freedom pode ajudar.

Ele bloqueia outros aplicativos e sites do mundo afora nos seus dispositivos: telefone, tablet e computador.

Assim, você garante mais foco e concentração nas suas atividades.

Disponível em iOS e Android.

Evernote

Já o Evernote é ideal para quem precisa de um lugar para fazer anotações e organizar as demandas.

Você pode, por exemplo, ir anotando o conteúdo de uma reunião e transformando ele em tarefas que deverão ser realizadas.

É possível, ainda, compartilhá-las com outros colegas que tenham o app instalado.

Disponível em iOS e Android

Livros que te ensinam como parar de procrastinar

E se você está mesmo disposto a acabar com a procrastinação e quer ir fundo no conhecimento, vale ler algumas obras sobre o tema.

Entre elas:

Conclusão

E, então, preparado para mandar a procrastinação para bem longe?

Comece hoje mesmo a parar de procrastinar.

Coloque todas as dicas em prática e torne-se uma pessoa muito mais produtiva nos estudos, no trabalho e na vida pessoal.

Com força de vontade e dedicação, e ajuda de ferramentas e aplicativos, você vai conseguir derrotar a procrastinação. 

Tenha sempre isso em mente.

Gostou do artigo? Você pode encontrar outros temas relevantes, sobretudo relacionados à educação e carreira, em nosso blog. Continue acompanhando!

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

blog ead pucpr
cursos empreendedorismo
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.