Tags: EAD

Quando nos matriculamos em um curso presencial, nem sempre conseguimos prever todas as situações possíveis de nossas vidas. Uma promoção no trabalho pode exigir uma mudança de cidade, por exemplo. Outro cenário bastante comum é não nos adaptarmos às aulas diárias e ao deslocamento entre trabalho, faculdade e casa.

É nesses momentos que surge a dúvida: mudar do presencial para o EAD é uma boa opção? Afinal, o ensino a distância oferece mais flexibilidade de horários e mobilidade para quem não fica parado muito tempo no mesmo lugar.

Migrar para o EAD tem sido um questionamento frequente na sua vida? Então acompanhe este post e saiba quando é (e quando não é) uma boa ideia fazer essa mudança!

Migrar para o EAD: prós e contras

Mudar do presencial para o EAD deve ser uma decisão consciente da sua parte. Exige, especialmente, que você conheça bem a si mesmo, pois o ensino a distância exige uma organização do tempo maior.

Prós

Enquanto no ensino presencial você tem aquele compromisso já marcado e independente da sua vontade, na graduação a distância quem faz as regras de quando e quanto estudar é você mesmo.

É possível concentrar tudo em um único dia da semana ou estudar um pouco a cada dia, criando um cronograma de estudos. Você tem como organizar seu tempo segundo suas necessidades e flexibilizar esse planejamento sem que haja prejuízos para o seu aprendizado.

Contras

Embora o ensino a distância apresente vantagens, é fundamental que você desenvolva um compromisso consigo mesmo para migrar do presencial para o EAD. Afinal, se você não souber organizar uma agenda e cumprir o que for planejado, ficará atrasado e poderá perder o prazo das matérias que está cursando.

Nesse sentido, fique ciente que não haverá ninguém para fiscalizar sua frequência às aulas. Cabe a você monitorar seu próprio desempenho.

Quando mudar do presencial para o EAD?

Estudar a distância é sempre uma boa opção para quem viaja muito e acabaria perdendo várias aulas em uma graduação presencial. Também é recomendado para quem vive longe de universidades e teria que enfrentar um deslocamento muito grande para chegar à sala de aula.

Mães e pais que não têm com quem deixar os filhos encontram no ensino a distância a flexibilidade que precisam para manter o contato com a família sem deixar de lado a carreira e os estudos.

Profissionais que têm horário de trabalho variado, como os que cumprem regime de escala, também se beneficiam do EAD, pois podem adequar seus horários de estudo à sua rotina.

Até mesmo quem não possui barreira alguma para chegar até a universidade, mas prefere estudar no conforto do lar, pode fazer uma faculdade a distância e receber uma formação de qualidade sem sair de casa.

Essa modalidade também serve para quem deseja continuar a graduação, mas está com as finanças apertadas, já que o EAD costuma ter mensalidades mais acessíveis que o ensino presencial.

Como você deve ter notado, mudar do presencial do EAD só depende de você. Analise seu contexto atual, verifique o que poderia impedir ou facilitar seus estudos online e tome sua decisão!

Se após a leitura você se sente que a graduação a distância é ideal para você, clique aqui para se inscrever!

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

blog ead pucpr
cursos empreendedorismo
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.