Com a pandemia da covid-19 e a crise econômica que vem assolando o Brasil, as demissões infelizmente tornaram-se situações comuns no mercado de trabalho.

Ser demitido já é uma experiência ruim por si, mas ter que explicar esse motivo durante uma entrevista para um novo emprego pode ser ainda mais desafiador.

Mas, é preciso ter calma: uma demissão não é fim do mundo, e na maioria das vezes está relacionada com processos de reestruturação na organização, e não com a qualidade do seu trabalho.

Pode parecer difícil explicar uma demissão para um novo empregador, mas com algumas dicas simples garantimos que é possível abordar o assunto de forma tranquila e sem prejudicá-lo.

Quer saber como? Continue conosco e descubra como explicar que foi demitido na entrevista de emprego!

Aqui você vai conferir:
O que dizer na entrevista de emprego quando foi demitido
Como responder: “por que você saiu do seu último emprego?”
As melhores respostas para explicar a demissão na entrevista de emprego

Conheça as graduações EAD com 2 anos de duração da PUCPR

O que dizer na entrevista de emprego quando foi demitido

Sim, você foi demitido, mas esse não é o fim da sua carreira.

Antes de escolher as melhores palavras para os recrutadores, é essencial que você compreenda que uma demissão é apenas um ponto da sua trajetória profissional, especialmente pensando a longo prazo.

Além disso, quando os recrutadores questionam sobre os motivos de demissões, eles estão mais interessados em avaliar sua evolução e o que você aprendeu com esse episódio do que fazer algum tipo de julgamento.

Então, antes de tudo, fique tranquilo e tenha esse entendimento. Ele é essencial para que você não se desespere ao ser questionado sobre o assunto e responda da melhor forma.

Mas, o que dizer ao ser questionado sobre a demissão?

O ideal é ser objetivo e honesto na sua resposta, refletindo rapidamente sobre as conquistas do emprego anterior, erros cometidos e o que se aprendeu. Lembre-se que o recrutador avaliará não os problemas ou os motivos de sua saída, mas como você lidou com eles.

Procure demonstrar maturidade, profissionalismo e aprendizagem na sua resposta. Abaixo, trazemos algumas sugestões de abordagem:

  • "Fui desligado do meu cargo anterior por questões de reestruturação/corte de custos, felizmente pude contar com ajuda na hora de pedir referências, pois sempre tive bons relacionamentos nas empresas onde trabalhei";
  • "Fui desligado do meu cargo anterior por problemas de comportamento, mas refleti muito sobre os feedbacks e procurei evoluir nas questões trazidas pelos meus líderes na época".

As frases que trouxemos acima são apenas uma sugestão para guiá-lo nesse momento. A melhor forma de se preparar para essa resposta é fazer uma autoanálise e entender as lições que tirou dessa situação para ser o mais transparente e objetivo possível.

Nesse momento, também vale estudar a vaga para a qual está se candidatando e aproveitar o momento da entrevista para dizer como as lições aprendidas podem ser aplicadas na empresa e como você está pronto para uma nova oportunidade. 

Tudo isso certamente o deixará mais perto da recolocação profissional.

>>> Leia mais: O que falar em uma entrevista de emprego? Veja algumas dicas!

Fui demitido, como explicar na entrevista de emprego - jovem sentada em cadeira branca e segurando papel com expressão de espera

Como responder: “por que você saiu do seu último emprego?”

Agora que você já sabe o que dizer ao ser questionado sobre a demissão, é hora de descobrir como fazê-lo. Confira nossas dicas abaixo:

Aposte na honestidade

Quando você ouvir a pergunta “por que você saiu do seu último emprego?”, não pense em criar uma história fictícia ou enrolar o recrutador, a melhor saída é apostar na honestidade e falar que você foi demitido.

Lembre-se que os recrutadores podem entrar em contato com seus antigos empregadores, e a situação será mil vezes pior se você for pego na mentira. Por isso, é preciso ser honesto na resposta.

Após explicar que você foi demitido, dê o contexto em que a demissão ocorreu, seja por necessidade de corte de custos, por precisarem de outros tipos de habilidades, entre outros.

Procure não se mostrar irritado com o antigo empregador, colocando as emoções de lado e respondendo diplomaticamente a pergunta. Isso demonstra maturidade da sua parte.

Destaque os aprendizados

Depois de ser honesto e explicar o porquê da sua demissão, vale trazer os aprendizados que você tirou dessa situação. Isso é o principal para os recrutadores!

Os recrutadores gostam de saber qual é a análise que o candidato faz dos motivos do desligamento e como ele aprendeu com a situação.

Por isso, é necessário fazer uma autoanálise sobre os motivos da demissão e mostrar que tirou lições da situação. Fale sempre de forma construtiva e enfatize o aprendizado que aquele evento trouxe para sua carreira.

Vale demonstrar como essas lições podem ser aplicadas na próxima empresa em que irá trabalhar.

Seja objetivo

Explicar a demissão é importante, mas sua entrevista não deve se resumir a isso.

Por isso, seja objetivo na hora de tocar no assunto, focando nos questionamentos dos recrutadores. Não insista no assunto mais do que o necessário.

>>> Leia mais: Como conseguir um emprego? Dicas práticas [Guia Completo]

As melhores respostas para explicar a demissão na entrevista de emprego

Fui demitido, como explicar na entrevista de emprego - jovem sentada em cadeira branca e segurando papel com expressão de espera - mulher cumprimentando homem a sua frente em entrevista de emprego

O Portal G1 consultou especialistas e selecionou as melhores respostas para explicar a demissão na entrevista de emprego. Confira a seguir.

Lembre-se que essas respostas são apenas um guia, você deve levar em conta a sua experiência para encontrar a melhor forma de responder os recrutadores.

  • "Após termos vivido períodos de recessão, eles optaram por reduzir o quadro e fui desligado".
  • "Conversei com meus líderes e entendemos que nossas expectativas estavam desalinhadas e optamos por não seguir em frente. Nesse momento eles me desligaram".
  • "Nessa oportunidade fui demitido por não ter o DNA da empresa, foi um momento importante para eu me conhecer e buscar oportunidades que realmente se encaixam comigo".
  • “Foi um período de aprendizado e amadurecimento e, por isso, me sinto mais preparado para novos desafios”.
  • “Às vezes um bom profissional no lugar errado não funciona bem. Não é culpa de ninguém, simplesmente uma relação profissional que não está funcionando”.
  • “Eu agradeço de verdade o que aconteceu comigo. Eu precisava de novos desafios e não teria essa oportunidade onde eu estava”.

Gostou desse conteúdo? Se você se interessa por artigos sobre mercado de trabalho, não deixe de conferir outros textos do EAD PUCPR:


New call-to-action




 

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Modelo de currículo para
conquistar a vaga dos sonhos:

New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.