O que acha de ser um profissional de sucesso em estética e cosmética?

Já podemos adiantar que a escolha é inteligente, pois o mercado é promissor.

Se você cogita uma carreira na área, este texto é exatamente o que você precisa ler.

Nas próximas linhas, vamos explicar tudo sobre a profissão e trazer detalhes sobre a formação necessária para atuar no setor.

Boa leitura!

O que é estética e cosmética?

Estética e cosmética é uma área voltada aos cuidados com a beleza, saúde e bem-estar. 

O profissional que trabalha nesse ramo aplica tratamentos faciais, corporais e capilares.

Entre as principais técnicas utilizadas, estão as massagens, limpeza de pele, maquiagem, depilação, corte e hidratação de cabelo e terapias alternativas.

Certamente, você já deve ter recorrido a um deles.

Agora, se não quer apenas ser cliente e pensa em seguir carreira em estética e cosmética, saiba que é importante investir em qualificação profissional.

Por isso, a seguir, falaremos sobre a formação na área.

Como é o curso de estética e cosmética?

O curso de estética e cosmética pode ter titularidades diferentes.

Isso quer dizer que o aluno tem a opção de fazer uma formação tecnológica, bacharelado ou, ainda, ingressar em cursos livres.

Também vale dizer que alguns cursos dispõem de complementos e especializações.

Na PUC Paraná, por exemplo, você pode escolher entre duas formações:

Em ambas, os alunos estudam anatomia humana, biologia e química e aprendem a trabalhar com tratamentos diversos, que envolvem o corpo, o cabelo e a face.

No entanto, dependendo da formação escolhida, algumas competências são mais desenvolvidas.

Quem escolhe o curso de Visagismo e Dermoestética, por exemplo, torna-se um visagista, que é um profissional especializado em harmonizar a estética de acordo com a identidade do cliente. 

E também está apto a atuar com o estudo e os tratamentos de patologias como estrias, celulites e gordura localizada.

Já o estudante de Tricologia e Hair Stylist é habilitado a executar procedimentos estéticos voltados ao embelezamento, prevenção e tratamento dos cabelos, couro cabeludo e pelos, considerando a diversidade e a individualidade do cliente.

Principais matérias do curso de estética e cosmética

Como vimos, a grade curricular do curso pode variar de acordo com a formação escolhida. 

No entanto, algumas disciplinas são comuns entre eles.

Confira a lista:

  • Atitude empreendedora
  • Bases farmacológicas e interações medicamentosas na estética
  • Comunicação aplicada
  • Epidemiologia e mecanismo das doenças
  • Estrutura, organização celular e metabolismo
  • Ética
  • Gestão de estabelecimentos de interesse à saúde
  • Introdução à Filosofia
  • Microbiologia e biossegurança
  • Nutrição, equilíbrio metabólico e beleza
  • Teologia e Sociedade
  • Educação, Identidade e Solidariedade 
  • Estética inclusiva
  • Protocolo de intervenção em estética e saúde
  • Psicologia, saúde, beleza e relacionamento humano
  • Semiologia e Gerontologia
  • Legislação para estabelecimentos de saúde e direitos básicos do consumidor.

Qual o perfil do esteticista?

O esteticista é um profissional que se interessa pela beleza, entende a importância dela e vive em constante atualização.

Afinal, o tempo todo surgem novas tendências.

Mas ele também precisa ser bastante cuidadoso, organizado e responsável, já que a área de estética está intimamente ligada com a da saúde.

Outras características fundamentais do esteticista são boa comunicação e bom relacionamento interpessoal. 

Isso porque o profissional lida diariamente com várias pessoas e precisa compreender os desejos e necessidades do cliente e ter clareza ao explicar os tratamentos que serão realizados.

A flexibilidade também é mais um atributo indispensável. Você vai entender o porquê no tópico abaixo.

Quais são as áreas de atuação do profissional de estética?

Quem se forma em estética e cosmética tem diversas possibilidades de atuação. 

E não é incomum que o profissional escolha seguir mais de uma. A versatilidade é uma marca forte dos esteticistas.

Conheça a seguir os principais ramos da estética:

Consultoria

Depois de um longo tempo na carreira e ampla experiência adquirida, muitos profissionais se tornam consultores. 

Com isso, prestam assessoria a salões de beleza e outros esteticistas. 

Também é possível trabalhar como consultor de imagem pessoal.

Depilação

Existem diversas técnicas de depilação. 

O uso de cera, lâmina, pinça, linha, luz pulsada e laser são algumas delas. 

Além da retirada dos pelos por uma questão higiênica, há também o trabalho de design.

Estética Corporal

A estética corporal possui uma variedade enorme de tratamentos. 

Todos eles têm o intuito de melhorar a silhueta, seja com a redução de medidas, contorno do corpo ou combate à celulite e flacidez da pele.

Estética Facial

Como o nome já sugere, é a estética aplicada ao rosto. 

O esteticista atua para suavizar marcas de espinhas, minimizar linhas e traços e promover o rejuvenescimento, dentre outros objetivos.

Estética Pré e Pós-Cirúrgica

Na estética pré-cirúrgica, o profissional é indicado, frequentemente, para melhorar o aspecto do local de operação, de modo a eliminar impurezas da pele, aumentar a elasticidade e promover o tônus muscular. 

Já no pós-operatório, o esteticista tem como principais funções otimizar a circulação e a oxigenação, a hidratação, a cicatrização e a redução do inchaço e da dor. 

allie-kupPJQQdpMs-unsplash

Maquiagem Profissional

Um esteticista também pode ser um maquiador profissional. 

Nesse caso, ele usa todo o seu conhecimento em cosméticos para maximizar o potencial dos produtos e aprimorar a aparência das pessoas.

Massagem Corporal

A massagem corporal, quando atrelada ao desenho do corpo, faz parte da estética corporal. 

Mas o esteticista também pode aplicar as técnicas em prol da saúde e bem-estar, e não da aparência. 

Podologia

A podologia é voltada à saúde e aos cuidados com os pés. 

Dessa forma, o profissional da área realiza a o diagnóstico e o tratamento de problemas como unha encravada, calos e infecções. 

O podólogo também tem papel importante na prevenção de doenças.

Terapia Capilar

Quem se forma em estética e cosmética também tem a oportunidade de se tornar um terapeuta capilar. 

Trabalhando nesse ramo, o profissional estuda o couro cabeludo e a fibra do cabelo com o intuito de controlar caspa, queda dos fios, oleosidade e outros problemas capilares.

Visagismo

O visagismo transcende o campo da beleza. 

Isso porque a técnica não consiste apenas em melhorar a aparência, mas, sim, em transmitir a personalidade do indivíduo e contribuir com o aumento da confiança e da autoestima.

Onde o profissional de estética e cosmética pode trabalhar?

Viu só a quantidade de funções que o esteticista pode exercer?

A flexibilidade da profissão também se estende aos locais de trabalho.

Além das clínicas de estética, o profissional pode atuar em hospitais, spas, casas de repouso e academias.

É possível também abrir um negócio próprio ou atender os clientes em domicílio.

Como é o dia a dia do esteticista?

A rotina do esteticista depende do ramo de atuação e do local de trabalho, mas, normalmente, é bastante dinâmica.

Afinal, o profissional lida diariamente com clientes de todos os tipos. 

Para quem gosta dessa interação, a profissão é um prato cheio. 

Como é o mercado de trabalho para quem se forma em estética e cosmética?

Se você ainda estava em dúvida sobre seguir na área da estética e cosmética, prepare-se para uma informação decisiva.

Isso porque o mercado de trabalho é tão promissor que é difícil escolher ficar de fora.

O setor de beleza é um dos que mais avança no Brasil. 

Os números mostram que ele cresce entre 10% e 15% todos os anos, e gera mais de cinco milhões de oportunidades de emprego. 

Quanto ganha um profissional de estética e cosmética?

Antes de ingressar na área, vale dar uma olhada na remuneração dos outros profissionais.

Mas, atenção: o salário de um esteticista é compatível com a experiência e qualificação profissional.

Portanto, os números registrados nos portais de emprego representam apenas a média.

De acordo com a Catho, os profissionais da área recebem aproximadamente R$ 1.100,00 por mês.

Um número bem próximo é apresentado pelo Glassdoor. Na plataforma, a remuneração mensal está na faixa de R$ 1.300,00.

Por fim, segundo o site Trabalha Brasil, que mostra a variação do salário de acordo com o nível do profissional e o porte da empresa, um esteticista pode ganhar entre R$ 1.500,00 e R$ 4.000,00.

Mitos e verdades sobre a profissão

Chegou a hora de esclarecer algumas crenças que rondam o mundo dos esteticistas. 

Vamos a elas?

Só mulher faz estética

Não dá para negar: existem mais mulheres na área da estética do que homens. 

Mas isso não é uma regra. 

O público masculino pode, sim, ingressar na área e obter sucesso.

Aliás, existe um mercado a ser explorado. 

Os homens já representam 30% das pessoas que buscam por procedimentos estéticos.

Esteticistas não podem fazer cirurgias para modificação do rosto ou botox

Eis aqui uma grande verdade.

Os esteticistas não têm autorização para injetar substâncias, realizar cirurgias e prescrever medicamentos.

A proibição consta no Código de Ética Profissional do Esteticista, divulgado pela Federação Brasileira dos Profissionais Esteticistas (FEBRAPE).

Esteticista só faz massagem

Essa aqui você já sabe a resposta, não é mesmo?

Afinal, durante o artigo, percorremos as diversas atividades que o profissional de estética pode exercer.

A massagem é apenas uma delas.

Onde fazer faculdade de estética?

E, então, decidido a ser um esteticista?

Na PUC Paraná, você pode escolher entre o curso de Estética e Cosmética (Visagismo e Dermoestética) ou Estética e Cosmética (Tricologia e Hair Stylist).

Nas duas formações, você tem a garantia de estudar em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo mercado de trabalho. 

Aliás, a Pontifícia Universidade Católica é a maior instituição de ensino superior do Paraná e está entre as melhores universidades privadas do Brasil. 

Qual a melhor faculdade de Estética?

A melhor faculdade de Estética é aquela que atende os seus objetivos. 

Por essa razão, você deve pesquisar bem sobre a instituição de ensino e o curso. 

Vale acessar o site do MEC e conferir se a faculdade é reconhecida pelo órgão, ok?

Conclusão

Depois deste guia completo sobre a área de Estética e Cosmética, é só dar o primeiro passo e entrar de cabeça nesse setor tão promitente. 

Acesse a página dos cursos de Estética e Cosmética (Visagismo e Dermoestética) ou Estética e Cosmética (Tricologia e Hair Stylist) para saber mais e fazer a sua inscrição.

Mas, antes, aproveite o espaço abaixo para deixar o seu comentário sobre o que acabou de ler. 

Se quiser, também pode compartilhar este artigo em suas redes sociais.

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

blog ead pucpr
cursos empreendedorismo
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.