Tags: Dicas

Fazer um estágio é uma excelente oportunidade de obter experiência profissional, aliando teoria com prática.

Em muitos cursos, como pedagogia, o estágio faz parte da matriz curricular e é uma exigência para adquirir o diploma. 

Você já pensou em estagiar? Neste artigo, trouxemos seis dicas de como você pode se preparar para uma das etapas mais importantes do processo: a entrevista. Confira! 

Neste artigo, você vai conferir:

1. Pesquise a empresa
2. Estude a vaga
3. Faça um planejamento antes da entrevista
4. Fique calmo
5. Seja honesto
6. Treine perguntas e respostas

três mulheres em uma reunião corporativa.

Cinco dicas de como se preparar para entrevistas de estágio

1. Pesquise a empresa

Pesquisar a empresa é uma das partes mais importantes da preparação. É fundamental que você conheça em qual área a empresa atua, quais os objetivos da empresa e seus cases de sucesso.

Para encontrar essas informações, pode navegar no site oficial, nas redes sociais ou na página do LinkedIn da empresa. Outra opção é pesquisar notícias nos mecanismos de busca.

Quanto melhor você estuda uma organização, é possível descobrir sobre o tipo de pessoa que a empresa está procurando e quais são as perguntas que o recrutador poderá lhe fazer.

2. Estude a vaga

Certifique-se de compreender quais são os requisitos da vaga. Leia a descrição com calma, confira as responsabilidades e habilidades desejadas. 

Depois disso, tente relacionar essas informações com a sua própria experiência. Por exemplo: uma vaga de estágio exige um profissional que conheça mídias sociais e você já teve uma experiência voluntária com redes sociais. Assim, é possível fazer uma relação.

Sempre faça a pergunta "Por que sou a melhor pessoa para esse estágio?" e tente alinhar sua experiência pessoal com os requisitos da oportunidade.

3. Faça um planejamento antes da entrevista

Caso a entrevista seja presencial, planeje como você vai chegar até o local. Se possível, chegue de 10 a 15 minutos com antecedência. Assim, você fica familiarizado com o ambiente e diminui o seu nervosismo.

Se a entrevista for on-line, escolha um local adequado, iluminado, sem barulhos ou interrupções. Previamente, garanta que a sua conexão esteja boa e teste sua imagem e som. Ainda, feche todas as abas que podem desviar a sua atenção.

Preparar-se é essencial para evitar imprevistos de última hora que geram mais ansiedade e desespero.

4. Fique calmo

É normal ficar nervoso antes de uma entrevista. Afinal, é uma situação onde estamos sendo avaliados. Contudo, não deixe que esses sentimentos o impeçam de ouvir as perguntas do entrevistador e de respondê-las da melhor maneira possível.

Se você se sentir confuso, faça uma pausa e respire fundo algumas vezes para alinhar os seus pensamentos. Caso ocorra o famoso "branco", peça um minuto ao recrutador para se organizar prossiga com o seu raciocínio. Nunca desista de responder uma pergunta por nervosismo.

5. Seja honesto

A honestidade é um fato essencial em processos seletivos. Durante a entrevista, nunca minta a respeito de algo, pois o recrutador vai notar que a sua resposta foi rasa. A mentira é apontada como o principal fator de eliminação, conforme pesquisa da consultoria Robert Half.

6. Treine perguntas e respostas

Na internet, há uma série de listas com perguntas que são frequentes em uma entrevista de emprego. Procure conhecer essas perguntas e pense em possíveis respostas.

Porém, jamais se prenda em respostas padrões, que são os chamados "clichês".

“Fale-me sobre você”

Essa pergunta, geralmente, é feita no início da entrevista. Apesar de ser bem ampla, você deve tomar alguns cuidados. “Fale-me sobre você” refere-se ao seu profissional, portanto não conte toda a sua história de vida, tornando a resposta demasiadamente longa.

Aqui, explique de forma sucinta e clara como você é adequado para o estágio e o porquê você deseja colaborar com a empresa.

Prepare um pequeno roteiro que destaque suas habilidades relevantes e pontos fortes. Em seguida, explique os motivos pelos quais você está se candidatando ao estágio e as motivações relacionadas à carreira, como o desejo de adquirir experiência profissional e de colocar em prática o que você aprende em sala de aula.

“Quais são os seus pontos fortes?”

Responda da forma mais sincera possível, com foco nos pontos fortes que serão úteis para a posição almejada. Para uma resposta forte, cite três pontos fortes que melhor refletem você e, em seguida, apoie-os com evidências.

“Quais são os seus pontos fracos?”

Essa pergunta é popular entre os entrevistadores e temida entre os candidatos. Mais uma vez: respalde suas respostas com evidências e fique longe de clichês, como “perfeccionista”.

A dica é citar seus pontos fracos e dizer o que você está fazendo para melhorar eles.

Porém, não diga pontos fracos que prejudicam o seu desempenho no estágio. Como, por exemplo, candidatar-se para um estágio em contabilidade e declarar que não é bom com números.

“Quais são seus hobbies e interesses?” / “O que você gosta de fazer no seu tempo livre?”

Nessa pergunta, o recrutador quer conhecer suas atividades extracurriculares e interesses pessoais.

Embora você possa ter muitos interesses e hobbies fora do trabalho, tente citar hobbies que se relacionem com o estágio almejado.

Exemplo: se você gosta de praticar jardinagem, é interessante falar que, com essa atividade, você desenvolveu características como a atenção para detalhes.

Alguns hobbies e interesses para você refletir:

  • Voluntariado, serviço comunitário ou trabalho de caridade;
  • Praticar esportes ;
  • Artes criativas: escrita, música, pintura e artesanato;
  • Fazer aulas de teatro;
  • Cozinhar;
  • Jardinagem;
  • Leitura;
  • Assistir filmes e séries.

“Como você lida com situações estressantes?”

Com essa pergunta, os recrutadores desejam saber se você será capaz de lidar com situações estressantes na empresa. Ter inteligência emocional é, cada vez mais, decisivo para ser um bom profissional.

Pesquisas mostram que 9 em cada 10 profissionais são contratados pelo perfil técnico e demitidos pelo comportamento.

Como você está em busca de experiência, cite uma experiência de vida difícil e como você lidou com ela. Como, por exemplo, o período de vestibulares ou outra situações significativa.

Nunca diga que você não fica estressado. Afinal, é algo bem difícil, não? O foco da pergunta é saber como você conseguiu superar a situação.

“O que você sabe sobre nossa empresa?”

Aqui, o recrutador quer ver se você se preparou e, ainda, se possui real interesse em colaborar com a empresa.

Como citamos acima, você precisa fazer a “lição de casa” antes de qualquer entrevista, conhecendo melhor a área de atuação, os valores e a cultura da empresa.

Tente conectar o que você conhece com os seus próprios interesses e experiências.

Exemplo: a empresa atua no setor “X”, uma área que eu tenho muito interesse em me desenvolver, conforme estudei na faculdade.

“Por que devemos contratá-lo?”

Essa pergunta é uma excelente oportunidade para você mostrar os seus valores.

Primeiro, destaque os pontos fortes e atributos que o tornam único. Em seguida, mostre como esses pontos podem contribuir com a melhoria da empresa.

Lembre-se de que qualquer oportunidade parte de uma necessidade. Assim, você será contratado para atender demandas específicas e solucionar problemas.

Ao final da entrevista, seja cordial e agradeça ao entrevistador pela conversa. Esse momento é onde ele vai informar o prazo para retornar o contato e definir se você foi ou não o escolhido.

Conclusão

Neste artigo, conferimos como ter um bom desempenho em entrevistas para estágio em seis dicas

Acima de tudo, seja honesto, esteja preparado e pense em suas respostas antes de chegar para a entrevista. Esses pequenos passos, com certeza, vão te levar ao tão sonhado “sim!”.

Gostou do artigo? Então, aproveite para conferir outros conteúdos sobre mercado de trabalho e estudos no blog EAD PUCPR.

New call-to-action

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

New call-to-action

Saiba como virar
um grande profissional:

ead pucpr
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.