Tags: Ensino Superior

Horas de estudos, meses de preparação e nada do seu nome no listão? Não se desespere, isso é mais comum do que parece. Venha descobrir neste artigo como lidar com a frustração de não passar no vestibular!

O vestibular e o Enem são provas essenciais para quem sonha em entrar na universidade. Contudo, o caminho para tirar uma nota alta e garantir sua vaga pode ser bastante tortuoso. Sendo assim, é comum que alguns estudantes, mesmo após meses de estudos, não sejam aprovados. 

A frustração é um sentimento normal e que aflige muitas pessoas nesse momento. No entanto, é essencial saber lidar com ela e entender a hora de seguir em frente e retomar o foco. 

Quer descobrir como? Continue conosco neste artigo!

Aqui você vai ver:
O que é frustração 
Por que é importante saber lidar com a frustração
5 atitudes para lidar com a frustração da reprovação 
Conclusão

como lidar com a frustração - menina com a cabeça debruçado sobre as mãos com a expressão de tristeza

O que é frustração

Reprovações em concursos e vestibulares, amores não correspondidos, amizades desfeitas, demissão do trabalho: o que todas essas situações têm em comum? Todas elas podem desencadear o sentimento de frustração. 

A frustração é um estado emocional de decepção e desânimo. Ela ocorre quando um desejo ou necessidade não se concretiza.

A intensidade desse sentimento está diretamente relacionada ao tamanho das expectativas que criamos. Quanto mais energia você investe para que algo aconteça, mais frustrado se sente quando as coisas não saem como planejado. 

Contudo, mesmo que seja um sentimento negativo e que busquemos de todas as formas evitá-lo, é natural sentir frustração em diversos momentos da vida. 

Afinal, ninguém tem controle sobre tudo – nem sobre as atitudes das pessoas, muito menos sobre os acontecimentos. 

Descubra os segredos para tirar nota 1000 na redação do ENEM!

Mas por que nos sentimos frustrados?

Toda vez que experienciamos um sentimento negativo é comum que nos questionemos: por que eu tenho que passar por isso? A ciência explica!

Na psicologia, a frustração é compreendida como parte fundamental do desenvolvimento do humano. Afinal, enquanto estamos seguros e confortáveis dentro das experiências que já conhecemos, não aprendemos como lidar com as adversidades e superar os erros. 

Ou seja, a frustração é importantíssima para a constituição psicológica dos indivíduos. Em níveis suportáveis, ela ajuda a desenvolver a capacidade de adiar a gratificação, fator fundamental para o bom convívio em sociedade.

Já imaginou se desde a infância sempre tivéssemos aquilo que almejamos? Provavelmente cresceríamos adultos incapazes de olhar para as necessidades do outro e do universo ao nosso redor. 

A capacidade de lidar com imprevistos e decepções é essencial para termos uma vida em sociedade saudável e consciente.  

Não é à toa que crianças que são protegidas constantemente de situações frustrantes acabam tendo maiores dificuldades para lidar com aquilo que foge planejado. 

Embora nos cause sentimentos ruins, a frustração faz parte da vida e é indispensável para nosso desenvolvimento intelectual e social.

Por que é importante saber lidar com a frustração 

Já chegamos ao consenso de que a frustração é um sentimento comum durante a vida, não é mesmo? Contudo, isso não quer dizer que todas as pessoas saibam lidar com esse estado emocional. 

Muito pelo contrário: para muitas pessoas, a frustração se torna um verdadeiro entrave. Algumas pessoas generalizam os aspectos negativos do ocorrido e tendem a achar que se algo deu errado uma vez, sempre vai dar errado, o que é extremamente perigoso.

como lidar com a frustração - homem com a cabeça debruça sob uma mesa

Além de gerar angústia e sofrimento, não conseguir encarar as decepções da vida pode funcionar como um gatilho para comportamentos compensatórios. Comer em excesso, compras compulsivas e abuso de drogas são alguns deles. 

Também pode levar a diversos transtornos psicológicos, como depressão e ansiedade. Nesses casos, é essencial procurar a ajuda de um profissional especializado, como um psicólogo e um psiquiatra. 

Saber lidar com a frustração é uma das maiores virtudes que alguém pode ter. Essa habilidade permite que o indivíduo esteja em constante evolução, encontrando sempre formas de se reinventar e recomeçar.

5 atitudes para lidar com a frustração da reprovação 

Falar é fácil, né? Como, na prática, você que não se saiu bem no vestibular ou no Enem pode lidar e superar o sentimento de frustração? 

A seguir, trazemos algumas sugestões e apontamentos interessantes para você pensar nesse processo. Confira:

Não se cobre tanto, acontece com todo mundo

Antes de tudo, é importante lembrar: não é coisa de outro mundo não passar na primeira ou segunda tentativa no vestibular. Pelo contrário, é muito mais comum reprovar do que passar nas primeiras tentativas. 

Os vestibulares e os processos seletivos como Sisu e Prouni são muito concorridos. Sendo assim, mesmo com estudos e dedicação, é possível que você não alcance o resultado esperado. 

O vestibular da Fuvest, que seleciona estudantes para a USP e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, por exemplo, apresentou algumas estatísticas interessantes sobre o perfil do candidato que tentou o curso de Medicina em 2011.

Segundo dados da organização, no vestibular aplicado em 2011, 12,8% dos candidatos estavam há mais de dois anos em cursinhos pré-vestibulares e mais de 48% do total dos candidatos já tinham prestado o vestibular pelo menos uma vez. 

Mesmo que seja um levantamento mais antigo, o cenário não se modificou tanto nesses últimos anos. 

Ainda é muito comum não se sair bem nas primeiras tentativas, especialmente se você teve um ensino médio deficitário ou teve que dividir seu tempo entre estudos e trabalho, por exemplo. 

São muitos os fatores que influenciam no seu desempenho na prova

A frustração pode ser uma oportunidade de crescimento

Sentir-se frustrado não é nada bom, mas que tal transformar essa experiência negativa em algo diferente?

Mesmo que seja um sentimento negativo, a frustração nos permite refletir sobre nossas atitudes. E ao olhar para nossas ações, podemos perceber onde falhamos e no que precisamos nos concentrar para atingir os resultados esperados. 

Contudo, não olhe para sua trajetória com um sentimento de culpa e tristeza. Na maioria das vezes, é preciso que a gente erre o caminho para encontrar o melhor trajeto em direção aos nossos objetivos. 

Para quem não passou no vestibular, esse sentimento de frustração pode ser o gatilho para uma mudança de comportamento. Você pode reavaliar seu processo de estudos e encontrar um formato que funcione melhor.

Seus erros e acertos na prova, por exemplo, são um ótimo guia para você compreender no que precisa focar a partir de agora.

Assim, a frustração também pode ser uma oportunidade de crescimento e um dos degraus em direção aos seus sonhos. 

É hora de olhar para suas escolhas e prioridades

Esse momento de reprovação também pode ser uma oportunidade para você rever suas escolhas e prioridades. Abaixo, trazemos uma pequena lista de perguntas que podem ajudá-lo nesse processo:

– Eu quero continuar tentando? Tenho energia e tempo para isso?

– É para este curso mesmo que eu quero prestar?

– Para quais faculdades quero prestar vestibular?

– Vou começar/continuar com o cursinho ou estudar em casa?

– O que fiz de errado no ano passado que posso mudar este ano?

como lidar com a frustração - menina escrevendo em caderno

Tempo de estudo nunca é tempo perdido 

Ficou meses estudando e agora sente que todo aquele tempo foi perdido? Calma, as coisas não funcionam exatamente assim!

Seu cérebro não reinicia a cada novo ano ou ciclo. O conhecimento que você adquiriu não vai ser jogado fora. É provável que você precise retomar conteúdos trabalhados no ano anterior, mas muitas coisas ainda permanecem frescas em seu pensamento. Certamente, vai ser muito mais fácil retomar os estudos agora do que foi quando você iniciou. 

Além disso, através dessa experiência, você também entende muito melhor o que funciona ou não para você na hora de estudar, o que permitirá otimizar tempo e aperfeiçoar o seu processo.  

Recupere o foco e quando estiver pronto retome os estudos

A frustração é um sentimento muito traiçoeiro. Ela nos faz sentir incapazes, desanimados e, muitas vezes, nos faz crer que nunca vamos alcançar aquilo que desejamos. 

Contudo, não se deixe enganar por essa sensação ruim. Com esforço e dedicação, é bem possível que você alcance seus objetivos e ingresse na universidade dos seus sonhos. 

Quando estiver pronto, recupere o foco e retome os estudos. Abaixo, trazemos algumas dicas de como começar:

– Estude regularmente e trace planos de estudos possíveis. Exagerar no tempo de estudos vai atrapalhar o seu desempenho.

– Equilibre suas atividades e tente encaixar na sua agenda momentos de lazer.

–  Analise os seus pontos fracos e concentre-se nas matérias que você mais tiver dificuldade.

– Aprenda a lidar com a pressão de si mesmo e dos outros.  

– Resolva os últimos vestibulares e simulados. 

– Tente outras abordagens de estudos para trabalhar os conteúdos de uma maneira atrativa. 

Busque ajuda de um profissional

É inevitável se sentir frustrado ao ser reprovado no vestibular. Afinal, você dedicou parte de seu tempo e de seus esforços para alcançar um objetivo que não se concretizou. 

Entretanto, se as frustrações estiverem ocupando um espaço muito grande na sua vida, ao ponto de causarem danos à saúde física e mental, é hora de considerar a ajuda de um profissional.

Conversar com um psicólogo ou psiquiatra pode ajudar muito a superar suas dificuldades e trazer mais conforto para esse momento. 

Baixe agora mesmo 100 questões do ENEM e comece a estudar!

Conclusão 

Neste artigo, explicamos como lidar com a frustração de não passar no vestibular. Se você gostou desse conteúdo, não deixe de conferir:

New call-to-action

Inscreva-se no Blog do EAD PUCPR

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Modelo de currículo para
conquistar a vaga dos sonhos:

New call-to-action
O que você achou dessa publicação?
Deixe seu comentário aqui.